Como perder barriga rápido e naturalmente

As pessoas se enganam sobre a melhor forma de queimar a gordura que está sobrando na região do abdômen, e por isso, exageram em possibilidades que não são as melhores, como fazer séries exaustivas de abdominais.

Enquanto estiver usando a abordagem errada, não vai conseguir se livrar da barriguinha que tanto incomoda. Se quiser saber como perder a barriga de uma forma rápida e natural, continue a ler esse artigo.

Pare de enlouquecer com os abdominais

Os abdominais são exercícios elaborados para fortalecer os músculos da região do abdômen, mas não para queimar a gordura que está localizada ali. Se você pensa que quanto mais abdominais fizer, mais gordura estará queimando, saiba que está perdendo tempo.

Pense também que esse tipo de exercício oferece riscos se não for executado da maneira correta, podendo causar dores na lombar, entre outros.

Faça exercícios focados no ganho de massa

Exercícios que visam aumentar a massa muscular ajuda na queima de gordura, sem contar que terá músculos mais fortes e torneados, como explicado no treino Xtreme 21 do Sérgio Bertoluci.

Alguns exercícios feitos com peso são muito bons para ajudar a queimar gordura, principalmente, na região abdominal, como é o caso do agachamento e deadlift. Mas você pode até fazer exercícios sem pesos que dará resultado o Xtreme21 funciona mesmo sem o uso de pesos, pode ser uma boa conferir este treino.

Pode ser que eles não ajam diretamente, como você talvez queira, mas eles fortalecem os músculos da região e diminuem o tamanho da cintura.

Aprenda a comer

Se você procura a verdade, saiba que a queima da gordura abdominal depende da maneira como você come, e se deseja se livrar da barriga é preciso começar pela cozinha. Não importa o quanto você, caso sua alimentação seja ruim, você estará jogando seu esforço todo no lixo.

Para começar a mudar de vida, pare de comer alimentos processados. Tente ter de tudo um pouco na sua dieta. De todas as classes faça um cardápio que não deixe faltar nada e não seja hipercalórico. Exemplos de alimentos por classe são:  

  • Proteínas: aves, peixes, carnes, ovos, queijo, entre outros.
  • Verduras: brócolis, couve, espinafre, agrião, rúcula, entre outros.
  • Frutas: banana, laranja, maçã, pera, uvas, entre outros.
  • Gorduras: azeite, nozes, óleo de peixe, entre outros.
  • Carboidratos: arroz integral, quinoa, aveia, entre outros.

Não que de vez em quando você não possa comer uma “porcaria”, mas isso nunca deve exceder 10% do total.

Beba menos álcool

Para perder barriga não basta focar apenas naquilo que você, os líquidos ingeridos também são muito importantes. Por isso largar, principalmente, o consumo de álcool é uma boa ideia. Tomar algo de vez em quando, socialmente, não é um problema, mas se está bebendo com frequência, esqueça a ideia de queimar gordura abdominal.

Repare que os bebedores de cerveja sempre tem uma barriguinha, e muitos se orgulham dela. Cada um tem a vida que deseja, porém, para você que quer perder gordura abdominal o álcool não é o melhor caminho.

Reduza a ingestão de carboidratos

Os carboidratos são importantes para dar energia, porém as pessoas comem muito mais do que precisam. Carboidrato armazenado é sinônimo de barriga.

O consumo de carboidratos é interessante apenas para aqueles que precisam ganhar peso.

Para saber mais sobre como perder gordura abdominal, assista o vídeo pelo seguinte link:

4 coisas que atrapalham o desempenho sexual

Ter um bom desempenho sexual não depende apenas de saber o que fazer na cama ou conseguir agradar a parceira, é preciso garantir que a ereção dure por tempo suficiente para que possa garantir prazer aos envolvidos.

O problema é que como mostrado no vídeo abaixo, muitos homens são afetados pela disfunção erétil e não sabem que alguns hábitos do cotidiano podem estar influenciando:

As coisas que você faz no dia a dia e que de alguma maneira afetam o seu organismo também fazem com que se tenha uma ereção pouco potente ou ausente.

Conheça quais são as causas cotidianas que atrapalham no desempenho sexual.

1. Dieta desequilibrada

Ter uma dieta saudável não serve apenas para se manter em forma, mas para garantir um bom desempenho sexual.  Aos primeiros sinais do problema de pênis mole, muitos homens procuram por algum remédio para ereção, porém na verdade, eles devem ser a última opção, a primeira opção deve ser recorrer a alguns alimentos como o alho e a melancia, que podem afetar os hormônios sexuais de forma positiva, aumentando a libido e a produção da testosterona.

O resultado é que a pessoa se sente mais disposta sexualmente e consegue combater a disfunção erétil ajustando a alimentação.

2. Sedentarismo

Não praticar nenhum tipo de atividade física faz com que os músculos fiquem enfraquecidos e isso causa um cansaço mais rápido durante o sexo.

Quando se mantém ativo é possível fortalecer a musculatura e ter um melhor desempenho físico na cama. Além disso, os exercícios equilibram a serotonina e endorfinas que são hormônios associados ao prazer.

3. Stress

Pessoas estressadas praticam menos sexo devido ao seu estado emocional e por conta da atuação dos hormônios no organismo.

Em decorrência do estresse, o corpo começa a produzir grandes quantidades de cortisol e da adrenalina que diminuem o desejo sexual e interferem na circulação sanguínea. Se o sangue não consegue chegar em grande quantidade no pênis, não é possível ter uma ereção satisfatória.

4. Fumar

O cigarro já foi considerado chique, mas hoje se sabe que ele faz muito mal à saúde. As toxinas do cigarro diminuem a libido e resultam na perda do desejo sexual.

Existem outros males por ele causados, como afetar o sistema respiratório e interferir no sistema cardiovascular, impedindo a chegada de sangue ao pênis e dificultando a ereção.

Agora é só começar a combater os problemas que atrapalham o desempenho sexual e a garantir uma vida mais feliz e saudável.